Carreta explode na Rio-Bahia e motorista morre carbonizado


Trecho conhecido por este tipo de acidente registra mais um tombamento seguido de explosão com vítima fatal

Mais uma vez a história se repete na Rodovia BR116, a Rio-Bahia, e outra vítima fatal acaba sendo registrada depois que uma carreta carregada de combustível tombou e em seguida explodiu no quilômetro 29, na localidade conhecida como Andradas. O motorista não conseguiu escapar e morreu carbonizado na cabine do veículo. A carga espalhou-se pela estrada e pelo acostamento e as chamas acompanharam esse percurso destruindo também boa parte da vegetação ao redor.
O corpo de Bombeiros teve muito trabalho para realizar o rescaldo do entorno do acidente e muito material ficou espalhado na pista, fato que ocasionou o fechamento da estrada para o trabalho de limpeza. A carreta carregada de combustível tombou depois que o motorista perdeu o controle em uma curva acentuada. O tanque se desprendeu da carreta e na queda acabou se partindo e ocasionando o derramamento do combustível. O líquido rapidamente se espalhou e com as chamas provocadas pelo acidente uma forte explosão ocorreu inflamando o veículo, o tanque e a carga que se espalhou na queda. O motorista não teve tempo de reação e provavelmente, segundo os bombeiros, deveria estar inconsciente devido o impacto da colisão.

O motorista não conseguiu escapar e morreu carbonizado na cabine do veículo

Recorrente

Outros acidentes do tipo foram registrados ao longo da Estrada Rio-Bahia nos últimos anos. Em maio de 2012, o fato aconteceu no quilômetro 54, próximo a entrada do município de São José do Vale do Rio Preto. A carreta Volvo placa CZC 1103, da empresa Gigante Distribuidora, carregada de combustível, tombou depois que o motorista perdeu o controle em uma curva acentuada no sentido Rio de Janeiro. Quando o veículo caiu da BR-116 para a RJ-134, alguns metros abaixo, explodiu. Não houve tempo para resgatar o motorista Valdinei Rodrigues Medeiros, de 42 anos, que não conseguiu sair da cabine. Ele viajava sozinho. Equipes de resgate da Concessionária Rio-Teresópolis e o Corpo de Bombeiros foram acionadas para controlar as chamas na carreta de combustível bitrem, carregada com cerca de 50 mil litros de álcool. As chamas chegaram a cerca de 30 metros de altura, atingiram a rede elétrica e puderam ser vistas de uma longa distância. Funcionários da Ampla tiveram que trocar a fiação e agentes do Instituto Estadual do Meio Ambiente (Inea) estiveram no local avaliando os estragos na vegetação. O acesso ao município vizinho ficou fechado por diversas horas. Em 22 de junho de 2010, o acidente aconteceu na altura de Providência, km 63, onde uma carreta carregada de combustível tombou e explodiu. O motorista, Alessandro Azevedo, residente em Campos dos Goytacazes, conseguiu sair do veículo logo após o tombamento e sair do local antes da explosão. O fogo tomou grande parte da pista por causa do vazamento de combustível. Além disso, parte do líquido pode ter escorrido para o Rio Paquequer. O acidente aconteceu em uma curva. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conteve as chamas, mas o veículo de carga ficou completamente destruído. O trânsito ficou interrompido por um grande período, em ambos os sentidos.

Fonte: http://netdiario.com.br/carreta-explode-na-rio-bahia-e-motorista-morre-carbonizado/

Comentários estão fechados.