Arquivos para novembro de 2012

Novas regras de trânsito – Já estão valendo para todos os Estados

Já estão valendo para todos os Estados – LEIA TUDO COM ATENÇÃO.

projeto-salva-vidas-transito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOVAS REGRAS:

A carteira só pode ser renovada durante o prazo de no máximo 30 dias após o vencimento da mesma.

Após este prazo, a carteira é cancelada automaticamente, e o condutor será obrigado a prestar todos os exames novamente: psicotécnico, legislação e de rua, igualzinho a uma pessoa que nunca tirou carteira.

Esta lei não foi divulgada , e muitas pessoas vão perder a suas carteiras de habilitação e terão de repetir todos os exames.

Fiquem atentos quanto ao vencimento de sua CNH.
Fora a multa, para tirar novamente a CNH fica por volta de R$ 1.200,00 e leva + ou – de 2 a 3 meses.

As mudanças começaram a valer no dia 1º de JAN de 2012. Serão incluídos novos conteúdos, além de uma nova carga horária.

O Diário Oficial da União (DOU) publicou (22/11/2009) uma resolução do Conselho
Nacional de Trânsito (CONTRAN), que altera as regras para quem vai tirar a carteira de motorista.

Entre as mudanças está a carga horária do curso teórico que vai passar de 30 para 45 horas aula e a do prático, de 15 para 20 horas aula.

Serão incluídos novos conteúdos.

ALÉM DISSO: Providenciar com urgência a retirada do plástico do extintor. Mais uma regulamentação sem a devida divulgação!

O extintor de fogo obrigatório do carro tem que estar livre do plástico que acompanha a embalagem.

Se um policial rodoviário parar seu carro e verificar que o extintor está protegido pelo saco plástico, ele vai te autuar – 5 pontos na carteira e mais  R$ 127,50.

Sem comentários

Parada – Pacto Nacional pela Redução de Acidentes

Comercial de TV da campanha de conscientização de trânsito do Ministério das Cidades e Denatran. O trânsito só muda quando a gente muda. Pare, pense e mude. Faça parte dessa Parada ­ Pacto Nacional pela Redução de Acidentes.

Sem comentários

Pacto Nacional pela Redução de Acidentes – Um Pacto Pela Vida

Pare, Pense, Mude. Documentário sobre o inicio da parceria Fia e Ministério das Cidades e Lançamento da Campanha permanente de conscientização no Trânsito do PARADA – Pacto Nacional pela Redução de Acidentes.

&

Para a presidente Dilma Rousseff, o pacto é uma oportunidade de os brasileiros mostrarem que são solidários. “A medida que crescemos no Brasil, também é exigido a responsabilidade com a vida em sociedade, em comunidade e com os valores relativos a civilidade entre as pessoas”, disse.

“Quando se faz campanhas em momentos de feriados, percebe-se que dá certo com redução do número de mortes. Mas é necessário que as ações sejam feitas todos os dias. É preciso fazer de forma permanente para que as pessoas não morram no trânsito, principalmente os jovens, faixa etária que mais apresenta vítimas, principalmente no uso de motocicletas”, afirmou Dilma.

Sem comentários

Mais um grave acidente na Rio-Teresópolis

Sem freios, caminhão atingiu seis carros, jogando dois em ribanceira e matando empresário esmagado.

projeto-salva-vidas-transito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pouco mais de um mês após o acidente com 15 mortos em um ônibus da Viação 1001, foi registrado mais um grave acidente na principal estrada que liga Teresópolis ao Rio de Janeiro. Desta vez, aconteceu no quilômetro 94, onde um caminhão desgovernado atingiu seis veículos que estavam parados no “Pare e Siga”, jogando dois em uma ribanceira. O empresário Hélio Fernandes Filho, 40, estava em um dos automóveis que foi projetado no barranco e esmagado pelo veículo de carga que seguia sentido Rio de Janeiro. O socorro foi prestado por equipes do Corpo de Bombeiros de Teresópolis e Magé, com apoio de resgatistas da Concessionária Rio-Teresópolis, mas não houve tempo para salvar o empresário, conhecido como “Helinho da Stillos Car”, preso às ferragens.

Matéria: Marcello Medeiros

Sem comentários

Palestra no Colégio São Paulo

O Colégio São Paulo foi fundado em 15 de Outubro de 1927, pelas Irmãs Angélicas de São Paulo, na Vila Muqui, na Várzea, onde permaneceu por 6 anos. Foi transferido para o bairro do Alto, em 1934, na Rua Gonçalo de Castro, 393 onde se encontra até hoje. Teve suas instalações várias vezes ampliadas para melhor atender à demanda sempre crescente.

projeto-salva-vidas-trânsito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Colégio São Paulo tem, em seu Marco Doutrinal, o objetivo de participar da construção de uma sociedade mais justa, mais solidária, a serviço da vida e da esperança. Quer ser uma comunidade educativa que, vivenciando os ideais de São Paulo Apóstolo, se insere na realidade sócio-política, econômico-cultural e ecológica da região. Opta por uma educação-cristã, que inclui junto com a capacidade técnica, científica, artista, filosófica e cultural de qualidade, a formação para a solidariedade humana, buscando condições para que sejamos sujeitos da história.

Em nosso brasão encontramos duas expressões latinas que resumem a filosofia de nosso trabalho:

“SURSUM CORDA!” Coração ao alto! – trata-se de um convite a viver com esperança, plenos de alegria, mesmo em meio às dificuldades, convencidos de que todos somos filhos muito amados de Deus Pai.

“SCIENTIA JUSTITIA” – conhecimento na justa medida. Significa que todos os conteúdos passados aos alunos devem ser expostos com clareza, sem margens de erro.

Por esse caminho pretendemos realizar o nosso sonho e concretizar o nosso ideal de educadores cristãos!!!

Sem comentários

Auto escolas terão aulas com simulador de direção

projeto-salva-vidas-transito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As auto escolas serão obrigadas a dar aulas também em simuladores de direção a partir do ano que vem. A medida será regulamentada na próxima reunião do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), marcada para o dia 31 de outubro. A ideia é utilizar tecnologias de realidade virtual para o aprimoramento do processo de formação de motoristas.

Segundo o Ministério das Cidades, estudos feitos pelo governo norte-americano comprovaram que o uso do simulador de direção de carro pode reduzir pela metade o número de acidentes, nos 24 primeiros meses após a retirada da habilitação.O equipamento ainda desenvolve as habilidades sensoriais e motoras do condutor, assim como os conhecimentos teóricos das regras de trânsito e o autocontrole emocional. Além disso, permitirá ao futuro motorista treinar os controles do veículo e, se colocar em situações similares as que ocorrem em vias públicas, antes das aulas práticas de volante.

O Denatran (Departamento Nacional de Transito), órgão do Ministério das Cidades, solicitou à UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), em 2009, a elaboração de estudos a respeito do uso simulador de direção para complementar à formação dos condutores. Os pesquisadores concluíram que o equipamento treinará os motoristas fora das vias públicas o que garantirá a sua integridade física e a do instrutor.

Nas autoescolas, a instalação do equipamento deverá estar em sala exclusiva com área mínima de 15 m2 e equipada com meios de apoio ao instrutor, como assentos, mesa e monitor para a supervisão. A estimativa é que haja um aumento de até 15% no custo da primeira habilitação, devido aos investimentos que serão feitos para a compra dos equipamentos, segundo o presidente do Sindicato das Auto Moto Escolas e Centro de Formação de Condutores no Estado de São Paulo, José Guedes Pereira.

“Entendemos que todo investimento deve ter um retorno, já que as autoescolas são empresas constituídas. Existem algumas correntes que defendem que estes equipamentos custarão, em média, entre R$ 20 mil e R$ 30 mil, um preço muito próximo ao dos veículos que utilizamos na formação dos condutores. Este custo será repassado aos candidatos à habilitação. As aulas em simulador, com tecnologias modernas e grafismos realistas, permitirão que os alunos enfrentem condições adversas, como direção na chuva, à noite ou em ambiente com neblina, por exemplo. Aguardamos agora a regulamentação das regras, que será debatida pelo Contran no final deste mês”, disse o presidente da entidade em entrevista ao Portal Transporta Brasil.

Os simuladores de direção são usados atualmente, em estudos e pesquisas sobre o comportamento do condutor, para desenvolvimento de novos veículos, treinamento de motoristas, aperfeiçoamento de motoristas profissionais e entretenimento.

Sem comentários

Xuxa – Atravessar a rua (Look both ways)

Sem comentários

Acidente na serra com ônibus da Viação 1001 deixa 15 mortos e vários feridos graves.

1. Para um carro, bater num objeto fixo a uma velocidade de 60km/h, equivale a cair de um prédio de quatro andares (numa altura de aproximadamente 14 metros). Se a velocidade for de 80km/h, o impacto equivale ao de uma queda livre de 25 metros.
2. Uma pessoa adulta só consegue suportar um peso que seja, no máximo, três vezes superior ao seu próprio peso.
3. Mesmo que o veículo esteja numa velocidade de 20km/h, o impacto sob um objeto fixo resulta numa força superior a até 15 vezes ao peso da pessoa. Daí resultam os graves ferimentos, que em muitos casos, podem ser fatais.
4. Quando dois veículos a 25km/h se chocam, as velocidades somam-se, resultando num impacto correspondente a 50km/h.
5. 40% das mortes em acidentes são causadas por choque contra o pára-brisas, o marco do pára-brisas ou o painel de instrumentos.
6. 30% das lesões fatais em colisões foram causadas porque a vítima bateu contra o volante.
7. Uma em cada cinco lesões aconteceu porque pessoas dentro do veículo bateram-se umas contra as outras.
8. Oito em cada dez pessoas que não usavam o cinto de segurança morreram em acidentes com pelo menos um dos veículos a menos de 20 km/h.
9. Um impacto a 50 km/h produz um poder de destruição igual ao de uma pessoa caindo de cabeça para baixo de uma altura equivalente ao segundo andar de um edifício.
10. A grande causa da maioria de cegueiras provocadas por acidente de trânsito é devido aos graves ferimentos que os estilhaços do pára-brisa produzem no globo ocular e nas partes ao seu redor.

Sem comentários

Jaqueline Saburido uma lição de vida e solidariedade.

No dia 19 de setembro de 1999, enquanto voltava de carro para casa, com dois amigos, sofreu um acidente automobilístico provocado pela colisão de um carro conduzido por um rapaz embriagado. Os dois amigos de Jacqueline morreram. Ela, por causa da explosão e do incêndio, durante 45 segundos sofreu queimaduras que a deixaram com quase 60% do corpo deformado.
Nos anos seguintes, ela não se desanimou e fundou uma associação para sensibilizar todos os jovens contra as bebidas alcoólicas, e sobretudo para que não conduzam veículos automotivos quando estiverem embriagados.
Reginald Stephey, o motorista bêbado, foi julgado e condenado por causar a morte de duas pessoas, enquanto ele estava dirigindo embriagado. Uma análise de sangue comprou que Reggie havia consumido álcool. O que facilitou sua condenação. Reggie nunca pensou isso poderia acontecer com ele. O dano que ele fez, diz ele, é “uma dor que nunca desaparecerá”.
Ele foi condenado em junho de 2001 a sete anos de cadeia e a pagar uma multa equivalente a 70 mil reais.
Anos mais tarde, e a luta de Jacqui ainda continua. Ela teve mais de 50 operações até agora e tem muito mais para onde ir. Para obter os cuidados médicos que precisa, ela tem de viver nos Estados Unidos, longe da família e dos amigos.
Seu pai, o Sr. Amadeo, deixou seu negócio em Caracas para cuidar de sua filha única. Ele não saiu mais de seu lado desde do acidente. Jacqui e Amadeo vivem em Louisville, Kentucky, para que ela possa estar perto de seus médicos. Ela enfrentará mais anos de cirurgia e tratamento médico. Determinada a fazer aquilo que ela foi fazer nos Estados Unidos em primeiro lugar, Jacqui recentemente concluiu as Letras na Universidade de Louisville. Ela agora é capaz de falar e escrever Inglês.
O pai e a mãe (Sra. Rosália) de Jaqueline se separaram depois do que aconteceu com ela. As duas só se vêem de vez em quando…

E você ainda acha que não tem nada demais em tomar umas e depois dirigir?

Sem comentários

Seis pessoas morreram e sete ficaram feridas na Via Lagos, segundo PRE. O ônibus e o carro ficaram totalmente queimados.

salva-vidas-transitosalva-vidas-transito

O movimento é tranquilo na Via Lagos na manhã deste sábado (3). Na noite desta sexta-feira (2) um ônibus se envolveu em um acidente com um carro, onde seis pessoas morreram e sete ficaram feridas, segundo Polícia Rodoviária Estadual. A colisão aconteceu na altura do km 17, na localidade conhecida como Engenho Castelo, em Rio Bonito, interior do Rio de Janeiro, por volta das 21h30.

O ônibus totalmente queimado ficou atravessado na pista, embaixo dele, o carro, um astra que se transformou em um monte de ferro retorcido. Funcionários da concessionária que administra a Via Lagos e o Corpo de Bombeiros tiveram muito trabalho para liberar a rodovia que ficou com o trânsito prejudicado por mais de três horas.
acidente via lagos (Foto: Reprodução/Inter TV)Carro onde duas crianças estavam ficou completamente queimado (Foto: Reprodução/Inter TV)

Segundo a Polícia Rodoviária, estava chovendo e o motorista do carro perdeu o controle da direção, depois de atropelar uma mulher e bateu no ônibus da 1001 que vinha no sentido contrário. Imediatamente, o incêndio começou.

O motorista e os passageiros do ônibus conseguiram sair antes que o fogo se alastrasse, mas quem estava no carro ficou preso nas ferragens e não conseguiu escapar das chamas. As cinco pessoas, entre elas, duas crianças, morreram carbonizadas.

A mulher atropelada chegou a ser socorrida, mas também morreu a caminho do hospital. O motorista do ônibus e seis passageiros tiveram ferimentos leves e foram levados para as unidades de pronto atendimento de Araruama e Rio Bonito. A ocorrência foi registrada na 119ª DP (Rio Bonito).

Sem comentários