Arquivos para junho de 2011

Projeto salva vidas no trânsito recebe homenagem na comemoração de 09 anos da revista sala de espera.

Nossos agradecimentos aos organizadores deste evento que foi realizado em 29 Junho de 2011 e contou com a presença de vários empresários da cidade de Teresópolis.

1 Comentário

Slogan da Campanha Salva Vidas no Trânsito

A educação faz pessoas diferentes com bons exemplos:
motoristas que quando bebem, não dirigem ou que quando dirigem,
não bebem, motoristas e passageiros que utilizam cinto de segurança,
motoristas que não atendem o aparelho celular enquanto dirigem,
motociclistas que utilizam capacetes,
pedestres que utilizam as vias em locais e momentos apropriados,
motoristas que não ultrapassam o sinal vermelho,
motoristas que não realizam ultrapassagens perigosas,
motoristas que respeitam o limite de velocidades,
motoristas que mantêm distancia segura de um veiculo prevenindo um acidente,
motoristas que não colocam em risco a sua vida e a de outros,
motoristas que respeitam as leis,
motoristas que respeitam a vida.

Sem comentários

Seu filho pode ser você amanhã.

Exemplos bons vem de casa, exemplos ruins também. Pense bem antes de tomar qualquer atitude.

Sem comentários

Alunos e Professores do Colégio Euclides da Cunha Participaram das Palestras do Projeto Salva Vidas no Trânsito.

Projeto-Salva-Vidas-Transito

Sem comentários

Famosos flagrados pela lei seca

salva-vidas-no-transito

Todos os principais jornais do país deram com razoável destaque a informação de que o Senador Aécio Neves – apontado como um forte candidato à Presidencia da república nas proximas eleições – foi pego pela fiscalização da Lei Seca no rio de Janeiro na madrugada do dia 17 de abril.

Algumas matérias falavam de “exemplos”. Em minha modesta opinião,exemplos não precisam, necessariamente, vir de cima. Aliás geralmente o que vem de cima é muito pesado e quando nos acerta machuca!

De positivo é preciso registrar a atitude do “carioquissmo” Senador por Minas Gerais. Ele teve a humildade de reconhecer seu erro e nem tentou dar a famosa carteirada. Depois ainda soltou uma nota oficial tentando se justificar pelo documento vencido e elogiando a conduta dos agentes e apoiando a lei.

O que parece ser uma má noticias (para o Senador é, certamente), para a sociedade representa um sinal extremamente positivo de que a fiscalização é séria e não livra a cara de ninguém. O Senador é mais uma “celebridade” das muitas que já caíram na malha fina da alcoolemia automotiva carioca. Temos que aplaudir a conduta dos agentes e exigir que a fiscalização permaneça contínua, avançando por todo o território nacional. Infelizmente, ela é ainda concentrada em poucos pontos especificos da cidade do Rio.

À sociedade cabe também – além dos elogios – cobrar a continuidade do processo punitivo. A ação na rua é apenas o primeiro passo e único passo visível. As consequências posteriores, ainda ficam restritas ao trâmite extremamente moroso e pouco transparente da burocracia oficial. Há a defesa prévia e o recurso (período em que o condutor tem o direito de resgatar a CNH recolhida na
fiscalizaçãoe voltar a dirigir). Depois, ainda cabe recurso ao CETRAN e, só então, a penalidade poderá ser confirmada quando o condutor punido deve apresentar-se para o acautelamento do documento de habilitação no DETRAN.

E eu pergunto: Quantos dos milhares de condutores alcoolizados flagrados nas blitzes fizeram isso?

Só para facilitar, vou apenas indicar algumas poucas nomes famosos que fazem parte desse gigantesco efetivo: Adriano Imperador, Neguinho da Beija Flor, Junior do Flamengo, Bruno Gagliasso, Djavan, Dado Dolabella,Adriana Bom Bom, Renato Gaucho, Sandra de Sá, Danielle Winitts, Elba Ramalho, Eri Johnson, Priscila Fantini,Toni Garrido, Romário (antes de ser eleito Deputado Federal)…
Já daria para fazer uma turma exclusiva de celebridades para o obrigatório curso de reciclagem.

Aliás, como sugeriu um especialista que participa de um grupo de discussão na internet, “com esta tropa de infratores famosos em vez de uma aula convencional poderíamos promover um reality show de reciclagem com transmissão ao vivo, em horário nobre e audiência garantida”.

Uma idéia ousada, sem dúvida, mas talvez absolutamente necessária para que o Brasil descubra que a violência no trânsito é previsível e, por isso mesmo, evitável.

Eis aí uma boa pauta para aimprensa!!!!

Fernando Pedrosa

Sem comentários

Projeto Salva Vidas no Trânsito visita alunos na Escola Euclides da Cunha

MATÉRIAL JORNAL O DIÁRIO DE TERESÓPOLIS

Projeto-salva-vidas-transito

Sem comentários