Arquivos para abril de 2011

Campanha chega de acidentes!

Campanha chega de acidentes!

Sem comentários

Quanto vale a vida do seu filho? Você ja parou para pensar nisso.

“>

Sem comentários

Use o cinto de segurança ele pode salvar sua vida.

“>

Sem comentários

Participe colocando nosso selo em seu site!

Salvavidas no Trânsito
Salvavidas no Trânsito
Salvavidas no Trânsito
Salvavidas no Trânsito
Salvavidas no Trânsito

9 Comentários

Multas de trânsisto

Policial-multas-transito

Cinto de segurança- A multa é de R$ 127,69  tanto para o condutor quanto para cada acompanhante do veículo, sendo multiplicado por 4 se houver quatro pessoas no interior do mesmo e 5 pontos na carteira sendo multiplicado por 4 totalizando 20 pontos além de retenção do veículo.

 

Bebidas ou intorpecentes – Ingerir bebida alcoólica ou qualquer substância entorpecente, a multa é de R$ 957,69, suspensão do direito de dirigir detenção de 6 meses a 3 anos e receberá 7 pontos na carteira de habilitação.

 

Limite de velocidade – Veículos com velocidade acima de 20% do regulamentado  a multa é de R$574,61, suspensão do direito de dirigir e  receberá 7 pontos na carteira de habilitação.

 

Telefone celular – É vedado a utilização do aparelho celular enquanto o condutor dirige. A multa é de R$ 85,13 e receberá 4 pontos na carteira de habilitação.

 

Combustível – O condutor que for encontrado parado por falta de combustível poderá ser penalizado com multa de R$ 85,00 e receberá 4 pontos na carteira de habilitação.

Sem comentários

O que é DPVAT

DPVAT-seguro-obrigatorio

O que DPVAT?

DPVAT é o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Automóveis Automotores de Vias Terrestres, ou por sua Carga, a pessoas transportadas ou não. Este seguro foi criado  através da lei 6.194/74 sendo alterada posteriormente pela lei 11.482/07 , com o objetivo de amparar todas as vítimas envolvidas nos acidentes de trânsito, independente do(s) culpado(s), por todo o território nacional.

O que cobre?

Morte: Caso a vítima venha a falecer em virtude do acidente de trânsito, seus beneficiários terão direito ao recebimento de uma indenização correspondente à importância segurada vigente na época da ocorrência do registro, de acordo com a lei 11.482/07.

Invalidez Permanente: Caso a vítima de acidente de trânsito venha a se invalidar permanentemente em virtude do acidente, ou seja, desde que esteja terminado o tratamento e seja definitivo o caráter da invalidez, a quantia que se apurar, tomando-se por base o percentual da incapacidade de que for portadora a vítima, de acordo com a tabela constante das normas de acidentes pessoais, tendo como indenização máxima a importância segurada vigente na época da ocorrência do sinistro de acordo com a lei 11.482/07.

Despesas de Assistência Médica e Suplementares: Caso a vítima de acidente de trânsito venha a efetuar seu tratamento, sob orientação médica, despesas com assistência médica e suplementares, a própria vítima terá direito ao recebimento de uma indenização, a título de reembolso, correspondente ao valor das respectivas despesas, até o limite definido em tabela de ampla aceitação no mercado, tendo como teto máximo o valor vigente na época da ocorrência do sinistro, de acordo com a Lei 11.482/07.

O que não cobre?

Danos Materiais: Roubo, colisão ou incêndio de veículos;

Acidentes ocorridos fora do Território Nacional;

Multas e Fianças impostas ao condutor ou proprietário do veículo e quaisquer despesas decorrentes de ações ou processos criminais;

Danos Pessoais resultantes de radiações ionizantes ou contaminações por radioatividade de qualquer tipo de combustível nuclear.

Quais são os valores de indenização do DPVAT?

Morte: R$ 13.500,00;

Invalidez Permanente: até R$ 13.500,00;

Reembolso de Despesas Médicas e Hospitalares (DAMS): até R$ 2.700,00.

Procedimentos para solicitação de tratamento grátis (Despesas de Assistência Médica e Suplementares).

Todos os remédios ou tratamentos relacionados ao acidente no trânsito será reembolsado até R$ 2.700,00 com gastos que foram feitos.

a)      Guarde todas as receitas:

b)      Guarde todos os cupons fiscais de tudo o que comprar, pois todos os gastos comprovados serão reembolsados pelo DPVAT(DAMS), isto inclui:

–      Remédios (comprados em farmácias).*

–      Fisioterapia (O fisioterapeuta terá que cobrar os valores da seguradora. O CCSEM-RJ fornece a tabela e os procedimentos técnicos de atendimento).*

–      Dentista (Se perdeu dentes naturais, o dentista terá que cobrar os valores da seguradora. O CCSEM-RJ fornece a tabela e os procedimentos técnicos de atendimento).*

–      E outros tratamentos oriundos do acidente no trânsito.

OBS: O DPVAT de reembolso não tira o direito de receber o DPVAT por invalidez.

http://www.dpvatsegurodotransito.com.br/

SAC DPVAT

 

 

Sem comentários

Regras sobre cadeirinhas

Cadeirinha para bebêsBebê-conforto para automóveis:

Desde o nascimento até 13 quilos ou 1 ano de idade conforme recomendação do fabricante, constituem a forma adequada à anatomia dos pequenos, mantendo-os na posição semi-ereta, impedindo fraturas de coluna e crânio por possuírem anteparos de proteção para a cabeça e pescoço, para que os bebês permaneçam confortavelmente seguros e fixos nas freadas, turbulências provocadas por buracos ou outras irregularidades na pista e é claro, nos acidentes.

Cadeira de segurança para crianças entre 1 e 4 anos de idade, (mais ou menos entre treze e dezoito quilos) devem estar fixos pelo cinto de segurança do banco traseiro e de frente para o painel, protegem a cabeça e o tronco, podem possuir fitas de contenção de cinco pontos ou anteparos em forma de T ou de concha. Não é seguro para crianças com menos de um ano de idade.

Assento de elevação para crianças entre 4 e 7 anos e meio , são utilizados quando a criança ultrapassa os limites de tamanho para a utilização dos assentos de segurança, mas ainda não possuem altura para utilizarem a cinta do ombro do cinto de três pontos do veículo. Quando o veículo possuir cinto de três pontos no banco de trás, dar preferência para este modelo.

De 7 anos e meio a 10 anos de idade – Cinto de seguraça de três pontos, posicionado na altura do peito e dos quadris da criança, no banco traseiro.
As costas devem estar apoiadas no encosto do banco.

Essas são algumas informações sobre as cadeiras para automóveis, lei que começou  a vigorar desde 1º de Setembro de 2010 e caso não for cumprida pelos motoristas, é passível de multa gravíssima, 7 pontos na carteira de motorista e em alguns casos apreensão do veiculo.

Sem comentários

Primeiros Socorros

Primeiros socorros

Primeiros socorros  são as primeiras providências tomadas no local do acidente. É o atendimento inicial e temporário até a chegada do profissional .(ABRAMET 2005.)
AÇÕES DE SOCORRO:

1-MANTER A CALMA

2-GARANTIR A SEGURANÇA
Agir de forma rápida com a sinalização do local de forma segura  antes do acidente se tornar visível à outros motoristas.

3-PEDIR SOCORRO
A ação inicial define todo o desenvolvimento do atendimento. Solicitar socorro profissional o maís rápido possível, pois quanto mais rápido ele chegar, melhor para as vítimas do acidente. Identificar os riscos tanto das vítimas quanto do local do acidente, o  risco de explosão, incêncio etc.  Será de suma importância para a segurança de todos os envolvidos no primeiro atendimento.

4-CONTROLAR A SITUAÇÃO
Perguntar aos motoristas se há algum profissional médico, bombeiro, enfermeiro e se não houver, assumir a frente do socorro, solicitando ajuda, delegar, pedir calma à outras pessoas e evitar  aglomeração em volta dos acidentados.

5-VERIFICAR A SITUAÇÃO DAS VÍTIMAS E REALIZAR ALGUMAS AÇÕES:
Não fazer movimentos desnecessários com a vítima até a chegada do socorro.
Observar e manter a vítima respirando.
Se a vítima estiver consciente, perguntar onde está doendo e observar possíveis hemorragias.
Somente tocar nos ferimentos do acidentado se for para evitar grande perda de sangue.

6-PROCEDIMENTOS QUE NÃO DEVEM SER FEITOS DURANTE UM SOCORRO:
Movimentar a vítima.
Retirar capacetes de motociclistas.
Aplicar torniquetes para estancar hemorragias.
Dar algo para a vítima tomar.

(ABRAMET – 2005).

Sem comentários

Ranking de Acidentes

O departamento nacional de transito estima que 32.465 pessoas morreram em acidentes em 2008. Já o Ministério da saúde tem outros números 37.585. Especialistas acreditam que o número é maior, cerca de 62.000 justificados através de solicitações de seguro DPVAT no País.

1 – Álcool – Impunidade e inconscientização; pessoas que bebem e causam o desequilíbrio  na segurança pública ao sair pelas ruas sem condições psíquicas adequadas.

2 – Cansaço- Outros não zelam pela sua integridade física sem ao menos pensar em sua família, após uma longa jornada de trabalho sem descanso, saem como se pudessem dominar suas necessidades fisiológicas.  Em pesquisa com caminhoneiros o tempo normal de uma viagem é superior a 15 horas, o que dificulta a concentração e o controle motor após sua jornada.

3 – Desrespeito à sinalização e imprudência. Ex; contorno em locais impróprios, motos e carros ultrapassando sem a indicação através do comando de seta ou mesmo utilizando gestos para minimizar o risco de acidente.

4 – Excesso de velocidade, ultrapassando os limites nas rodovias.

5 – Utilização  indevida do aparelho celular quando da direção do veículo.

Sem comentários

Direção Defensiva

Precisamos entender o que é trânsito:

De acordo com o artigo 1, parágrafo primeiro, do Código de Trânsito Brasileiro, trânsito é a utilização de vias por pessoas, veículos e animais, isolados ou em grupos, conduzidos ou não, para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de carga e descarga.

Para Tornar um trânsito seguro é necessário:

Ter vias em bom estado e adequadamente sinalizadas, veículos em bom estado, condições climáticas favoráveis e principalmente, motoristas e pedestres bem educados.

Sem comentários